Vacinação contra poliomielite abaixo da meta


Poliomielite
Poliomielite: vacinação abaixo da média

Enquanto a Comissão Global para a Certificação da Erradicação da Poliomielite anunciou, na quinta-feira (24/10), Dia Mundial de Combate à Pólio, a erradicação do poliovírus selvagem tipo 3, no mundo, o Brasil apresenta baixíssimo índice de vacinação correndo o risco de ter novos casos da doença.

O Brasil está livre da Pólio há 25 anos, mas isso é o resultado do alto índice de cobertura vacinal, se ela cai, a doença pode voltar, como aconteceu com o Sarampo, por exemplo.

Até o final de outubro, somente 51,54% de crianças estão vacinadas contra a pólio, quando a meta é de 95%. O Ceará apresenta o melhor índice, de 62%, enquanto o Rio de Janeiro é de 32,47%, menos de um terço da população que deve ser vacinada.

O calendário da vacinação contra a poliomielite é de três doses aos 2, 4 e 6 meses, com 2 reforços, um aos 15 meses e outro aos 4 anos.

Veja a indicação da rede privada:

Aos 2 meses: hexavalente
Aos 4 meses: pentavalente
Aos 6 meses: hexavalente
Aos 15 meses: reforço da pentavalente
Aos 4 anos: dTpa + VIP (vacina refortrix IPV)

No caso dos bebês prematuros a indicação na rede privada é:

Hexavalente aos 2, 4 e 6 meses
Pentavalente aos 15 meses
Refortrix IPV aos 4 anos

Não deixe de vacinar quem você ama! A Beep Saúde vai até a sua casa, de domingo a domingo, levando uma Nova Experiência em Vacinação! Agende aqui: Hexavalente, Pentavalente e Refortrix IPV.

Previous Rotavírus: dúvida sobre as doses necessárias.
Next Por que a ACWY está sempre em falta?

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.