MITOS E VERDADES | Hepatites Virais


Estamos no Julho Amarelo, mês batizado pelo Ministério da Saúde como o da prevenção e do controle das hepatites virais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que em todo o planeta 400 milhões de pessoas estão infectadas pelos vírus da hepatite B e C, número dez vezes maior que o de contaminadas pelo HIV. Porém, apenas 5% sabem que são portadoras da doença. Esses dados são de 2016 e certamente estão maiores atualmente.

Os tipos mais comuns de hepatites virais são A, B, C, D e E e podem causar infecção e inflamação aguda e/ou crônica do fígado, desenvolvendo graves problemas de saúde, como a cirrose e câncer. A hepatite pode ser causada por vírus (via contágio fecal-oral ou transmissão sanguínea), como também pelo uso de alguns remédios, ingestão de álcool e drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

Destacamos alguns mitos e verdades sobre a doença destacando dúvidas frequentes.

Hepatite só afeta o fígado
MITO. O vírus da hepatite C está no sangue, sendo assim, não se aloja apenas no fígado. Com isso, pode aumentar o risco de outras doenças sistêmicas podendo afetar pâncreas, rins e coração.

É possível contrair hepatite ao consumir bebidas em latas de alumínio infectadas
VERDADE. Se as latas de bebidas não forem higienizadas antes do consumo é possível se contrair as hepatites A e E, pois a transmissão acontece via oral-fecal, por meio de água e alimentos contaminados.

Hepatite C pode gerar câncer
VERDADE. Se não diagnosticada precocemente e tratada, a Hepatite C pode lesionar o fígado e se tornar um câncer.

Beijo pode transmitir o vírus da hepatite
Meio MITO Meio VERDADE. O beijo na boca não transmite o vírus da hepatite, contanto que não haja nenhuma lesão ou ferimento na boca, facilitando o contato de secreções e de sangue, assim, favorecendo a contaminação.

É possível contrair hepatite na depilação
VERDADE. A depilação é um fator de risco, pois pode haver contaminação por meio do contato com sangue. Para evitar, é necessário o uso de espátulas descartáveis, ceras não reaproveitáveis e para a retirada de pelos encravados, a utilização de pinças esterilizadas. Depile em locais de confiança.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira a nossa matéria!

Quer se vacinar? Agende na Beep e receba uma de nossas enfermeiras “mãos de fadas” no conforto da sua casa, de domingo à domingo!

Hepatite A
Hepatite B
Hepatite A + B

Fonte | Guia-me

Previous Julho Amarelo | Hepatites Virais
Next USP Inaugura laboratório!

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.