Febre Amarela


Família no Aeroporto indo viajar nas férias

Você está planejando viajar nas férias? Confira se o seu destino exige a Certificação Internacional de Vacina de Febre Amarela.

Férias vindo aí, se você vai viajar, precisa verificar se o seu destino exige a Certificação Internacional de Vacina de Febre Amarela. A Vacinação contra a febre amarela é a medida mais eficaz para evitar a doença. O Ministério da Saúde, inclusive, ampliou a recomendação da vacina para todo o território brasileiro, em 2018. A medida preventiva tem como objetivo antecipar a proteção da população para a doença em caso de uma futura circulação do vírus.

Destacamos os Mitos e Verdades dessa importante vacina no calendário nacional para que você fique bem informado e entenda por que deve se proteger. Acesse o link e veja a nossa vacina contra a Febre Amarela https://www.beepsaude.com.br/vacinas/vacina-febre-amarela/

A Vacina de Febre Amarela mata

MITO! A vacina é extremamente eficaz e segura. Os eventos adversos são muito raros. Ela não é indicada para pessoas com alergia grave ao ovo, portadores de doença autoimune, crianças menores de seis meses, pessoas que vivem com HIV/Aids e pacientes em uso de quimioterapia/radioterapia.

A Dose fracionada não protege

MITO! De acordo com o Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS) a vacinação com dose fracionada apresenta a mesma eficácia que a dose única padrão. A proteção se estende a, pelo menos, 8 anos. A OMS recomenda o fracionamento quando há aumento de morte de macacos e de casos de febre amarela silvestre com risco de expansão da doença em cidades com alto índice populacional e quantitativo insuficiente de doses da vacina.

A imunização em massa coloca a sociedade em risco

MITO! Os indivíduos que recebem a vacina representam uma diminuição da circulação do agente infeccioso na comunidade. Ao reduzir o número de doentes, diminui a chance de transmissão de seus agentes causadores, beneficiando, indiretamente, toda uma comunidade, inclusive aqueles que não se vacinaram.

Macacos transmitem a febre amarela

MITO! Os macacos são hospedeiros do vírus da febre amarela e adoecem, assim como os humanos. Eles, na verdade, servem como guias para a elaboração de ações de prevenção. A doença é transmitida por mosquitos.

O vírus da Febre Amarela sofreu mutações, por isso a vacina não funciona

MITO! Estudo realizado pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) identificou mutações no vírus, conforme publicado em 2017. Porém, não há qualquer impacto destas mutações na a eficácia da vacina.
Existe alguma conspiração do governo para as pessoas se vacinarem?

MITO! A vacina usada no Brasil é produzida pela Fiocruz e certificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) – o que desmente boatos de que o governo compra estoque enorme e precisa se livrar dele.

Estão morrendo mais pessoas em decorrência da vacina do que da febre amarela?

MITO! Os riscos por não tomar a vacina são maiores, pois a pessoa fica sem uma das principais formas de prevenção contra a doença

A vacina possui mercúrio em sua fórmula?

MITO! Não há mercúrio e nenhum outro metal na sua fórmula. Conforme descrito na bula, a vacina produzida por Bio-Manguinhos/Fiocruz contém excipientes como a saracose, glutamato de sódio, sorbitol, gelatina bovina hidrolisada, eritromicina e canamicina.

Agende na Beep a sua vacina contra a Febre Amarela

Fonte | Blog de Saúde Governo

Previous Surto de Sarampo em NY
Next Testes em Animais? Não!